Dialeto PoloDoc
55 11 4591 3604
55 11 96170 9573 (Badilho - Whatsapp)
Rua Prefeito José Carlos 452, Itupeva, São Paulo CEP 13295-000  
CNPJ: 24.009.909/0001-79
Estimativa de entrega 2 a 5 dias.

© 2017 by Dialeto

Cartão crédito

Débito Online

Outras formas

A primeira expressão da América

VITO D'ALESSIO

A Escola Cusquenha de Pintura, de certa forma, representa o verdadeiro encontro entre dois mundos, o momento exato em que a arte transformou-se em ferramenta de doutrina e, acima dos interesses ou das regras, tornou-se uma manifestação artística genuína que pode ser considerada a primeira expressão mestiça da América Latina.


Este livro aborda este movimento, não apenas pela ótica dos valores estéticos, mas sobretudo, propõe uma reflexão sobre o ambiente cultural de seu surgimento, desde as

influências elementares dos povos pré-colombianos à fusão dos valores andinos e europeus, até sua consolidação na identidade peruana.

A temática católica está no centro do que acostumamos chamar de “cusquenhos”, uma manifestação que transformou a arte em uma fundamental ferramenta de “customização” para a aproximação de dois mundos: a iconografia europeia cristã e “a mão” e o mundo místico da sociedade indígena pré-hispânica.


Mesmo nos poucos casos de pintores europeus presentes em nosso continente, as pinturas são influenciadas pelos símbolos e valores locais: santos com cocares, o decorativismo presente nas guirlandas de flores. Em paralelo, artistas locais utilizam gravuras europeias, barrocas ou maneiristas, como modelo. Enfim, a Escola Cusquenha é um grande esforço de conciliação, é a arte de um mundo traduzindo o outro!  

O Livro

Produção e edição limitada de "A ARTE MESTIÇA - escola cusquenha”, um livro de arte com encadernação luxuosa e conceito editorial  arrojado.

 

O livro tem por finalidade permitir que o leitor, tenha uma visão global do ciclo que mudou a arte na América Latina, sua importância e integração com o processo colonização.

Farta documentação fotográfica, além da utilização de diversos acervos históricos, públicos e particulares. Com direção de Vito D'Alessio, textos de Manuel Julio Vera e fotos de Renato Dutra.

 

Características Técnicas Edição Bilingue: Português / Inglês,  Tamanho: 26 x 27 cm, Impressão: Off set, 4x4 cores, Papel Couchet 180 g., Capa dura.

Ficha Técnica

VITO D’ALESSIO
Direção Geral  / General Direction


Coordenador da Dialeto, como fotógrafo e jornalista é colaborador dos principais veículos de comunicação do Brasil e de agências internacionais. Como produtor cultural foi responsável por projetos de grande repercussão como: Projeto Xingu, Expedición Morrillos, Mehinaku Message from Amazon, Cinco Órfãos, Caiapó Metutire, Cem Anos Luz, Sorocabana - Uma Saga Ferroviária, Avenida Paulista, Claro Jansson - O fotógrafo viajante, Dias de Caiçara, Café – Um grão de história, Latino America – Memória Afetiva entre outros.


Coordinator of Dialeto. His work as a photographer and journalist appears in Brazil’s major media, as well as being carried by international wire services. As a cultural producer he has been responsible for such well-received projects as Xingu Project, Expedición Morrillos, Mehinaku Message from Amazon, Cinco Órfãos, Caiapó Metutire, Luz Station, Sorocabana – A Journey,,  Claro Jansson – The Traveling Photographer, Dias de Caiçara, Café – Um grão de história, Latino America – Emotional Memory among others.

MANUEL JULIO VERA DEL CARPIO
Texto / Texts

Engenheiro eletricista (EFEI), especialista em museologia (MAE-USP), presidente e fundador da Casa da Cultura Peruana de São Paulo. Peruano, sempre foi pesquisador e divulgador da Cultura Peruana no Brasil, como palestrante e como coordenador de grandes exposições peruanas em São Paulo: O Senhor de Sipan, A fotografia de Martin Chambi, A fotografia dos irmãos Vargas de Arequipa, A cerâmica de Merida, Os têxteis de Sulca.

Electrical engineer (EFEI), museology specialist (MAE-USP), president and founder of the House of Peruvian Culture of São Paulo. Peruvian, he has always been a researcher and spreader of Peruvian culture in Brazil, as a speaker and as a coordinator of large Peruvian exhibitions in São Paulo: The Lord of Sipan, The Photography of Martin Chambi, The Photography of the Vargas de Arequipa Brothers, Merida’s Ceramics, Sulca’s Textiles.

Direção Geral / General Direction
Vito D’Alessio

Pesquisa e Texto / Research and Text 
MANUEL JULIO VERA del carpio

Direção Editorial / Editorial Direction
Vito D’Alessio

Fotos / Photos 
RENATO DUTRA

consultoria de relacionamento/ relationship consulting 

GISELLE CHANTRE

Edição e Arte / Editing and Book Design
Leopoldo José Silva

Revisão / Review
SONIA APARECIDA DA SILVA

Tradução / Translation
RICHARD PEDICCINI

Leis de Incentivo / Incentive Laws
RENATO DUTRA
                          
Assistentes de Produção / Production Assistants
MATHEUS SOUZA DE CARO

Assessoria Contábil / Accounting Advice
SF CONTABILIDADE

Pré-Impressão e Impressão / Printing and Pre-press
RR Donnelley

Acervos Consultados / Archives Consulted 

 

Coleção Museu de Arte 
de São Paulo-MASP, São Paulo, Brasil
Coleção DE ARTE COLONIAL “CUZCO CIRCLE” 
DA famÍlia Pastor BELAUNDE, Lima , Peru
Acervo ArtÍstico Cultural dos Palácios 
de Governo, São Paulo, Brasil 
Coleção Museo Pedro de Osma, Lima - PerU
Coleção Victor Galloro, São Paulo, Brasil
Museo Arqueológico Del Cusco, Cusco, Peru
Coleção Ivani e Jorge Yunes, São Paulo, Brasil
Coleção famÍlia Capasso, São Paulo, Brasil
Coleção Adriana Vera Duarte, São Paulo, Brasil
Igreja da Companhia de Jesus, Arequipa, Peru
Agradecimentos / Thanks
ANA ChristiNA CARVALHO
ANEL PANCORVO PÁSARA
Florence Maria White de Vera  
Hilda Pearson
JAIME STIGLICH
Javier Peschiera Rebagliati
Julio Landmann
MERCEDES PASTOR BELAUNDE
TELMO GIOLITO PORTO
Teo Allain Chambi

Bibliografia / Bibliography

AYLLON Dulanto Fernando
1997; El tribunal de la Santa Inquisición; de la leyenda a la historia – Lima, Peru Fondo - Editorial del Congreso del Peru

BANCO DE CRÉDITO DEL PERÚ
2002; “El Barroco Peruano” volumens I e II; Colección Arte y Tesoros Del Perú; Lima, Peru; Banco de Cretido del Peru.

BANCO DE CRÉDITO DEL PERÚ
2001; “Pintura en el Virreinato del Perú- El libro del Arte del Centenário” Colección Arte y Tesoros Del Perú; Lima, Peru; Banco de Cretido del Peru.

BENAVENTE Velarde Teofilo
1995; “Pintores Cusqueños de la Colonia”; Cusco, Peru; Municipalidad del Qosco.

BENAVENTE Velarde Teofilo
2006; “Imagineria o Escultura Religiosa Cusqueña de los Siglos XVII y XVIII” Lima, Peru; Grafica Navarrete S.A.

CARCEDO Paloma, STASTNY FranciscoDARGENT Eduardo, WUFFARDEN Luis Eduardo, DE LUCIO Felipe
1997; “ Plata y Plateros Del Perú”; Patronato de Plata del Perú; Lima, Peru; José Torres de la Pina e Victória Mujica.

DE LA VEGA Inca Garcilazo
1998; “Los Comentários Reales de los Incas – epítome”; Lima, Peru; Editorial     Mantaro.

ESPINOSA Soriano
1972; “Alfonso Ramos Gavilan vida y obra Del cronista de Copacabana”; Lima, Peru.

FIGARI Luis Fernando, NIETO Vélez Armando, GJURINOVIC Canevaro Pedro
2004; “A Imaculada Conceição- 150 anos”; São Paulo, Brasil; Movimento de Vida Cristã; Atrativa Industria Gráfica

GJURINOVIC Canevaro Pedro
2004; “Museo Pedro de Osma- Fundación Pedro y Angelica de Osma Gildemeister”; Lima Peru; Grafica Biblos S.A.

GUTIÉRREZ Ramón (coordinador)
1995; “Pintura, Escultura y Artes Visuales em Iberoamérica, 1500-1825” –     manuales Arte Cátedra; Madrid, España; Ediciones Cátedra S.A.

LUDEÑA de La Vega Guillermo
1975; “La Obra Del Cronista Indio Felipe Guaman Poma de Ayala”, volumen I e     II; Lima, Peru; Editora Nueva Educación.

MESA de José y GISBERT Teresa
1982; “História de la Cultura Cusqueña”, volumen I e II; Lima, Peru; Fundación     Augusto N. Wiese- Banco Wiese Ltda.

MUJICA Pinilla Ramón
1996; “Angeles apócrifos en la América Vireinal”; Lima, Peru; Fondo Editorial de Cultura S.A.; segunda edición.

OCHOA Carpio Kelly, YLLIA Miranda Maria Eugenia, SABOGAL José
2006; “El Fruto Decorado – Mates Burilados Del Mantaro (siglo XVIII-XX); Lima,     Peru; Universidad Ricardo Palma, ICPN.

RICKETTS Rey de Castro Patricio
1988; “Arequipa”; Lima, Peru; Fundação Emilio Odebrecht – Construtora Norberto Odebrecht S.A.; Spala editora.

SIRACUSANO Gabriela
2005; “El Poder de los Colores, de lo material a lo simbólico en las prácticas culturales andinas Siglos XVII-XVIII”; Fondo Cultural Económica de Aregentina S.A.

TELLECHEA Domingos I.
1998; “Pintura em Restauro – Volume III”  São Paulo, Brasil; Instituto Domingos Tellechea de Conservação e Restauro; W. Roth edições.

VEGA Juan José
1995; “Tupac Amaru y Sus Compañeros”, volumens I e II; Cusco, Peru; Imprenta Amauta S.R. Ltda.